• 1 de julho de 2020

Ex-jardineiro de Luís Fernando quer proibir divulgação de pesquisa eleitoral em Ribamar

O presidente do PROS em São José de Ribamar, Reinaldo da Silva Ribeiro, através dos advogados do partido, protocolou uma representação na justiça eleitoral contra o conceituado instituto Data Ilha.

Segundo informações do TSE – Tribunal Superior Eleitoral, o Instituto Data Ilha registrou a realização da primeira pesquisa eleitoral em 2020 no município de São José de Ribamar, cujo o resultado está previsto para ser divulgado, segundo o TSE, no sábado (04).

Além dos números para intenções de votos, o levantamento vai tornar público o nível de reprovação da gestão Eudes Sampaio.

Talvez por este motivo, o presidente municipal do PROS, que tem em seu curriculum além do cargo de Assessor do prefeito Eudes Sampaio, a experiência de ter sido o jardineiro da casa de praia do ex-prefeito Luís Fernando, não queira que os números sejam revelados.

Reinaldo, além da experiência com Jardinagem e como assessor do prefeito, também já tentou ser eleito vereador nas últimos três eleições, perdendo em todas.

Em 2008, obteve 805 votos com apoio de Luís Fernando, mas não foi o bastante para se tornar vereador.

Em 2012, percorreu o município pedindo voto para o ex-prefeito Gil Cutrim e terminou a eleição com 725 votos.

Na eleição passada, Reinaldo viu seus votos despencarem e terminou com apenas 495 votos.

Agora, volta em cena, tentando barrar a divulgação da primeira pesquisa eleitoral em São José de Ribamar.

  • 30 de junho de 2020

São José de Ribamar: Beto das Vilas participa de encontros com PSB e PTC

O final de semana foi marcado por movimentações políticas visando a corrida eleitoral pela prefeitura de São José de Ribamar. Com popularidade em alta, Beto das Vilas participou de dois importantes encontros com pré-candidatos ao cargo de vereador.

No sábado (27), Paulo Alencar, que foi o segundo vereador mais votado em 2016 e preside o PTC em São José de Ribamar, reuniu 28 pré-candidatos ao cargo de vereador, de todas as regiões do município, e declarou total apoio a pré-campanha que visa tornar Beto das Vilas o próximo prefeito do município. “Esse encontro, que trata da pré-campanha dos 28 companheiros que devem disputar as eleições em outubro, tem dois objetivos.

O primeiro, é orientar os pré-candidatos sobre as prováveis mudanças no calendário eleitoral, caso as eleições sejam adiadas para o dia ‪15 de novembro‬. E o segundo motivo, é para dizer que os 28 pré-candidatos a vereadores ouvimos nossas lideranças nos mais diversos bairros e decidimos que São José de Ribamar precisa voltar a ser governada por um homem simples, que vive nossa cidade diariamente, que conhece o cotidiano do ribamarense e que tenha sua origem no povo. Por isso, por unanimidade, declaramos apoio a pré-candidatura de Beto das Vilas. “ destacou Paulo Alencar.

Beto agradeceu o carinho recebido e disse que está buscando a união, através de diálogo com moradores e lideranças. “É preciso conhecer Ribamar e ouvir a cidade todos os dias do ano, como faço diariamente por onde ando. Só se resolve problemas quando conhecemos a origem deles, e é isso que vamos fazer.” Disse o pré-candidato a prefeito.

Na segunda-feira (29), o pré-candidato a prefeito participou do encontro do PSB, realizado pelo vereador Cássio Salis, presidente municipal da legenda.

Durante o ato, mais uma vez Beto das Vilas foi aclamado pelos pré-candidatos a vereador e agradeceu a confiança.
“Encerramos ainda pouco a primeira reunião com membros do Partido Socialista Brasileiro (PSB). Na ocasião, apresentamos a minha pré-candidatura a prefeito, conversamos sobre as possíveis mudanças no calendário das eleições, orientamos os pré-candidatos quanto às regras eleitorais, além da importância das atividades de pré-campanha e sobre as ações que podem ou não serem realizadas neste momento”, publicou o pré-candidato em suas redes sociais.

  • 12 de junho de 2020

Artista Ribamarense denuncia manobra em edital da Cultura de São José de Ribamar para beneficiar aliados políticos

O artista ribamarense Kadu Ribeiro usou suas redes sociais, na manhã desta sexta-feira (12), para fazer uma grave denúncia contra a Secretaria de Cultura de São José de Ribamar, atualmente comandada por Paulo Leite, que ficou no lugar do ex-secretário Edson Calixto, que deixou o cargo para cumprir a legislação eleitoral.

De acordo com o artista ribamarense, o edital foi publicado no site da prefeitura após o encerramento do primeiro dia de inscrição, que aconteceu no dia 10 e disse haver claros indícios de maracutaia para beneficiar aliados políticos. “Pessoal bom dia, eu sou Kadu Ribeiro, resolvi gravar esse vídeo aqui para denunciar o edital do São João em São José de Ribamar. Tá bem claro que ali tem maracutaia para beneficiar os apadrinhados políticos. O edital foi lançado na noite do dia 10, dia 11 é feriado, amanhã é sábado 13 e depois domingo, e a inscrição termina na segunda-feira (15). Me diz aí se o artista tem tempo de levantar uma lista de documentos nesse tempo corrido? Não tem como! Fica aqui minha nota de repúdio”, disse indignado.

No site da prefeitura, é possível verificar que o edital só foi tornado público apenas às 18.01h do dia 10, por tanto, após encerrado o primeiro dia de inscrições, que segundo o documento, acontecerá do dia 10 ao dia 15 de junho, sempre das 8 às 17hs.

O artista também lembrou que no dia 11 o município decretou ponto facultativo em decorrência do feriado de Corpus Christi, e que na prática, os interessados terão apenas a sexta e a segunda para providenciar uma lista gigantesca de documentos, que deverão ser autenticados e entregues na Secretaria de Cultura.

Para Kadu, está claro que o edital foi publicado com a intenção de passar despercebido pela classe artista e beneficiar supostos aliados políticos da gestão do prefeito Eudes Sampaio, que podem ter sido informados antecipadamente.

Até o momento, o Edital ainda não foi publicado em nenhuma edição do Diário Oficial do Município ou em qualquer Jornal de grande circulação.

  • 11 de junho de 2020

Proposição de Beto das Vilas garante cachê para artistas ribamarenses durante a Pandemia

A iniciativa do presidente da Câmara de Vereadores de São José de Ribamar, vereador Beto das Vilas (Republicanos) vai garantir renda aos artistas ribamarenses durante o período de pandemia causado pelo novo coronavírus.

Fruto da indicação do parlamentar, a Implantação do Projeto Cultural foi aprovada por unanimidade no último dia 27 e já está sendo definida pelo Poder Executivo.

Segundo a resolução nº 003/2020 – SEMTUR, publicada no Diário Oficial do dia 09 de junho, cada apresentação artística terá uma hora de duração, em live que será transmitida pelas redes sociais.

O valor do cachê já foi definido e será dividido por categoria. Estão incluídos cantores solos (R$ 500,00), cantor e músico (R$ 1.000,00), conjunto (R$ 1.500,00), grupo musical (R$ 2.000,00), banda e grupos folclóricos(R$ 2.500,00).

O vereador Beto das Vilas destacou a importância do projeto. “Sabemos da força da nossa cultura ribamarense e essa é uma forma de valorizar os artistas que estão impossibilitados de se apresentarem durante o período juninho. Além de levar alegria para as casas dos ribamarenses, as lives garantirão renda aos artistas da nossa terra.” Conclui Beto das Vilas.

Blog Maramais

  • 10 de junho de 2020

ABSURDO- Instituto IADVH vai faturar mais de 10 Milhões em 6 meses em São José de Ribamar

A organização IADVH – Instituto de Apoio ao Desenvolvimento da Vida Humana, com sede localizada na área nobre de São Luís e presidida por Geova Fernando Santos, assinou contrato de R$ 10,6 milhões por seis meses para gerenciar o Hospital e Maternidade de São José de Ribamar.
O IADVH substitui a Unir Saúde, que teve o contrato desfeito com a gestão do prefeito Eudes Sampaio após escândalo nacional envolvendo o instituto no Rio de Janeiro.
A nova organização detém em seu curriculum, a gestão de UPA em Belém e contrato com a prefeitura de Barreirinhas.

  • 4 de junho de 2020

Ex-vereador investigado pela Seccor montou arquitetura de cargos na gestão Eudes Sampaio

O ex-vereador César Vieira (PTB), pré-candidato a vereador pelo partido do prefeito Eudes Sampaio (PTB), e que foi alvo de uma operação do DECCOR – Departamento de Combate a Corrupção, em que é investigado, juntamente com sua esposa, por suposta prática dos crimes de associação criminosa, falsidade ideológica e peculato, pode ser envolvido em nova investigação, agora, alcançando não a esposa, mas o filho e sua namorada.

De acordo com denúncias e com informações publicadas no Diário Oficial do Município, antes de deixar o cargo de administrador regional em 03 de abril, com ato publicado no diário do mesmo dia, exigência da legislação eleitoral para quem vai concorrer ao pleito em outubro, Cesar Vieira, que é pré-candidato a vereador do PTB, teria articulado para deixar seu filho, o estudante de direito Marcos Vinicius Vieira da Silva em seu lugar, recebendo o mesmo salário que o ex-vereador recebia e mantendo os mesmos benefícios, dentre eles, um veículo da prefeitura, sem identificação, em sua residência, já que seu filho mora na mesma residência.

Como o filho já era servidor comissionado do município, lotado no Instituto de Previdência Municipal, César Vieira teria articulado para que a namorada do filho, a nutricionista Hévila Carneiro Soares, que atende no mesmo Consultório que a esposa de César Vieira, fosse nomeada no Instituto de Previdência, no lugar do filho, garantindo o mesmo salário.

Atos retroativos

Marcos Vinicius teve seu ato de exoneração publicado no Diário Oficial do dia 16 de abril, com efeitos retroativos a partir do dia 06 de abril.

Na mesma edição do Diário, ao lado da exoneração do filho de César Vieira, aparece a nomeação de sua namorada, para o mesmo cargo, função e salário do seu namorado, com efeitos retroativos a partir do dia 01 de abril, o que demonstra um erro de datas, mostrando que teoricamente, durante cinco dias, o casal ocupou o mesmo cargo e função.

A nomeação de Marcos Vinicius para o cargo antes ocupado pelo pai, o ex-vereador César Vieira, só foi publicada no diário do dia 24, porém, com efeito retroativo do dia 06 de abril, garantindo o recebimento integral do salário.

A negociata de cargos revela um jogo imoral contra os interesses da população ribamarense que vem sofrendo com o desmando municipal.

Além do filho e sua namorada, César Vieira também mantém o emprego de sua esposa, que também foi alvo da operação de agentes da Seccor.

Agora, o Ministério Público deve investigar se houve ilegalidade em toda a arquitetura de cargos, articulados pelo ex-vereador e concedida pelo prefeito Eudes Sampaio, e se foram cometidos crimes, como os de abuso de poder político e econômico e de improbidade administrativa.

  • 15 de maio de 2020

Absurdo!! São José de Ribamar sem respiradores e Instituto com contrato de mais de 20 milhões na Saúde

O Instituto Unir Saúde hoje administra no município de São José de Ribamar um contrato no valor R$ 20. 303,004 (vinte milhões, trezentos e três mil e quatro reais), para gerenciamento, fornecimento e execução de atividades, ações e serviços de saúde.

Mesmo com tamanho valor de contrato a cidade de São José de Ribamar não possui aparelhos respiradores que são essenciais no enfrentamento e tratamento ao covid-19.

O Instituto Unir já está no seu terceiro aditivo de contrato desde 2017, a população e os profissionais de saúde tem reclamado muito da falta de estrutura no município.

Um verdadeiro Absurdo esse contrato com a cidade de São José de Ribamar com mais de 447 casos confirmados e óbitos diários.