• 23 de fevereiro de 2021

Eduardo Braide entrega cestas básicas a trabalhadores do comércio informal em São Luís

A Prefeitura de São Luís fez a entrega de 800 cestas básicas a trabalhadores do comércio informal que tiveram perda em sua renda por causa da não realização de festas carnavalescas este ano, em decorrência da pandemia de Covid-19. A entrega aconteceu na manhã deste sábado (20), no Parque do Bom Menino, e foi acompanhada pelo prefeito Eduardo Braide, que destacou a importância da ação.

“A pandemia tem afetado muitas famílias com a perda ou diminuição da sua renda. Por isso, precisamos ajudar quem mais precisa neste momento. Os vendedores ambulantes estão sendo afetados não apenas pela não realização do Carnaval neste ano, mas com a não realização de outras festividades importantes desde o ano passado. Por isso, em parceria com a iniciativa privada, estamos fazendo a entrega de cestas básicas, garantindo alimento na mesa destas famílias”, afirmou o prefeito.

A ação, articulada pela Agência Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social (AMDES), contou com a parceria das empresas Fribal, Roque Aço e Cimento, Centro Elétrico e Potiguar.

“O prefeito Eduardo Braide, muito sensível com esta parcela dos trabalhadores de São Luís, determinou que a AMDES articulasse ações no sentido de minorar os impactos econômicos da pandemia. Nós fizemos contato com empresas parceiras que prontamente nos ajudaram com a aquisição das cestas básicas que foram entregues hoje”, disse o presidente da AMDES, Felipe Mussalém.

Os vendedores informais beneficiados com a ação foram mapeados pelo Sindicato do Comércio de Vendedores Ambulantes de São Luís, que dispõe de cadastro com o nome dos comerciantes que atuam durante o carnaval. Cada cesta básica contém 2 quilos de arroz, um pacote de 250g de café, 1 quilo de feijão, 1 quilo de açúcar, óleo de cozinha, um pacote de 200g de leite, um pacote de biscoito água e sal, um pacote de flocão de milho, um pacote de macarrão, 1 quilo de farinha de mandioca e uma lata de sardinha.

Cada pessoa recebeu duas cestas básicas que vieram em muito boa hora, segundo Guaraci Pereira Castro, que mora em uma casa com 12 pessoas. “Está sendo muito difícil para a gente porque a gente já ganha pouco. Sem as festas, que era quando a gente conseguia um dinheiro a mais, piorou muito. Então, eu fiquei muito feliz com essa ação da Prefeitura”, completou.

Os parceiros

“Sem dúvida é uma ação importante que foi prontamente acatada pela Fribal. Acreditamos que a união faz a força e é uma honra para Fribal está presente nesta ação”, destacou Maria Fernanda Oliveira, representante da Fribal.

“É um gesto importante a Prefeitura trazer o engajamento dos empresários nessa ação. O empresariado maranhense tem se mostrado solidário nesse movimento em benefícios aos trabalhadores que também foram impactados diretamente pela pandemia”, falou Robério Lemos, proprietário da Roque Aço e Cimento.

“Trazer a classe empresarial para junto do governo para geração de emprego, de renda e para o crescimento da cidade é muito importante, bem como para participar de ações como essa. Estamos muito felizes em participar dessa iniciativa”, disse o diretor Comercial do Centro Elétrico Gonçalves Júnior.

“Desde o início da pandemia temos buscado ajudar e juntar forças em benefício dos que mais precisam e, para nós, é uma alegria participar dessa parceria”, completou o diretor Comercial da Potiguar, Adriano Pestana.

Além do presidente da AMDES, Felipe Mussalém, participaram da ação, os secretários municipais de Segurança Alimentar (SEMSA), Júnior Vieira; de Desportos e Lazer (SEMDEL), Ricardo Diniz, e o secretário adjunto Arnaldo Bicudo; de Meio Ambiente (SEMMAM), Karla Lima; o presidente do Comitê Gestor de Limpeza, Joabson Júnior, e o vereador de São Luís, Gutemberg Araújo.

  • Tags:
  • 22 de fevereiro de 2021

Falta de plano de atividades de internato pode retardar formatura de alunos de medicina da UFMA no Campus de Pinheiro

Apesar de já estarmos caminhando para o final de fevereiro de 2021, alunos do curso de medicina da Universidade Federal do Maranhão do campus de Pinheiro ainda não tem o plano de atividades de internado relativo ao segundo semestre de 2020 definido.

Em plena segunda onda da pandemia e com a necessidade de médicos para ajudar no combate à COVID-19, estudantes ainda não sabem quando e onde começarão suas atividades práticas, apesar de haver campo de estágio disponível, segundo depoimentos colhidos pelo titular do blog.

Alguns desses estudantes estão sem atividades desde dezembro do ano passado e já poderiam estar prestes a se formar valendo-se da Lei 14.040/20 que, autoriza instituições de ensino superior a antecipar a conclusão dos cursos superiores de medicina, farmácia, enfermagem, fisioterapia e odontologia. No caso de medicina, com 75% da carga horária do internato do curso.

Recentemente uma turma enviou documento à Pró-Reitoria de Ensino (PROEN), relatando essa e outras situações que, vem causando atrapalhos aos alunos do internato do curso de medicina da UFMA em Pinheiro.

Vale dizer que, a situação não ocorre nos campus de São luís e nem de Imperatriz, onde a UFMA também oferece cursos de medicina.

Abrimos o espaço para que a UFMA possa relatar quais problemas estariam atrapalhando.

Fonte: Blog Jamys Gualhardo

  • Tags:
  • 22 de fevereiro de 2021

Governo do Maranhão vai diminuir ICMS do combustível para uber e taxistas

Em meio a alta do preço do combustível por conta da política de preços da Petrobras, o Governo do Maranhão estuda uma forma de instituir um benefício para motoristas de aplicativos e taxistas, informou um alto assessor da SEFAZ.

As duas categorias devem pagar mais barato pelo combustível nos postos de gasolina.

O único entrave é a forma como esses profissionais do transporte vão ser beneficiados. Mas o assunto deve entrar em pauta logo mais.

  • Tags:
  • 22 de fevereiro de 2021

TCE suspende atividades presenciais por 15 dias

O Tribunal de Contas do Estado (TCE) funcionará, a partir desta segunda-feira (22), somente em regime de teletrabalho por um período de 15 dias. A decisão foi tomada depois que dois servidores da casa testaram positivo para a Covid-19. A medida não altera os prazos processuais nem o andamento das principais atividades do órgão.

A decisão está contida na portaria nº 188 assinada nesta sexta-feira (19) pelo presidente Nonato Lago. Ele lembra que o teletrabalho para todos já foi adotado em outros momentos ao longo do enfrentamento da pandemia, sempre no intuito de preservar a saúde e a vida dos servidores e do público.

Com a medida, fica também adiado o Encontro de Gestores, previsto para a próxima quinta-feira (25). O evento não será realizado enquanto vigorar a portaria 188.

Em nova data a ser marcada, a realização do evento preservará o mesmo formato, via teleconferência, reunindo prefeitos, presidentes de câmaras e secretários municipais de todo o Estado com tema “As capacidades municipais básicas para a boa governança pública”.

  • Tags:
  • 22 de fevereiro de 2021

Othelino Neto manifesta pesar pela morte do ex-prefeito de Vitória do Mearim Reginaldo Rios

 

A Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão manifesta profundo pesar pelo falecimento do ex-prefeito do município de Vitória do Mearim, Reginaldo Rios Pearce, pai do deputado estadual Ricardo Rios (PDT), ocorrido nesta segunda-feira (22).

Reginaldo Rios Pearce deixa um legado político em Vitória do Mearim, onde consolidou sua forte liderança à frente da Prefeitura por dois mandatos.

Consternados com a perda, prestamos nossa solidariedade e condolências aos familiares, amigos e munícipes de Vitória do Mearim, desejando força para que superem este momento de dor.

Deputado Othelino Neto
Presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão.

 

  • Tags:
  • 22 de fevereiro de 2021

Juiz Douglas Martins deve acionar prefeita Paula Azevedo por improbidade administrativa no recurso Covid-19

A prefeita de Paço do Lumiar, Paula Azevedo (PCdoB), e outros prefeitos do Maranhão, que não prestaram conta dos recursos recebidos para o enfrentamento à pandemia de Covid-19 podem ser alvos de ações penais. A decisão foi anunciada na última quinta-feira (18) pelo juiz Douglas de Melo Martins, da Vara de Interesses Difusos e Coletivos de São Luís.

“Determinei o encaminhamento dessas informações ao procurador-geral de Justiça, que é o chefe do Ministério Público, para que, ao seu entendimento, encaminhe aos promotores de Justiça de cada comarca em que os gestores não prestaram contas, para que promovam a responsabilização por improbidade administrativa”, explicou o juiz.

Douglas de Melo Martins reforçou, ainda, o pedido para os municípios prestassem contas desses recursos já havia sido feito no dia 11 de fevereiro. O juiz cita que municípios como São Luís, Itapecuru, Zé Doca, Alto Alegre, Barreirinhas e o próprio estado foram os únicos a prestarem contas. O Maranhão, no entanto, possui 217 municípios no total.

Segundo a Constituição Federal, improbidade administrativa é um ato ilícito que pode envolver enriquecimento ilícito, atos que causem prejuízo ao erário ao desviar recursos públicos para fins particulares, e ações que violam os princípios da administração pública, como quando o alguém frauda um concurso público ou deixa de prestar contas quanto tem a obrigação de fazê-lo.

 

  • Tags:
  • 22 de fevereiro de 2021

Morre o empresário Fabiano Bezerra

Faleceu hoje (22) o empresário Fabiano Bezerra de 43 anos, o corpo foi encontrado no seu apartamento e deve ser levado para o IML.

Em 2020, Fabiano foi condenado a quatro anos e três meses de reclusão por desvio de dinheiro público em vários municípios maranhenses.

 

  • Tags:
  • 22 de fevereiro de 2021

Yglesio Moysés deve anunciar em breve mudança de partido

O deputado estadual Yglésio Moyses (PROS), tem conversado muito com o Presidente do Partido Democrático Brasileiro, senador Weverton Rocha e o Presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto e tudo indica que deve mesmo regressar ao partido do saudoso Jackson Lago.

Yglésio, que sempre mostrou afinidade ideológica ao PDT, deve voltar aos quadros da sigla e engrossar as fileiras que apoiam a pré-candidatura de Weverton Rocha ao governo do Maranhão.

Eleito deputado estadual pelo PDT, Yglésio deixou a sigla ano passado pela porta da frente para ser candidato à Prefeitura de São Luís nas eleições 2020.

O resultado qualitativo de Yglésio nas eleições está fazendo Rocha levá-lo de volta ao partido. Com reeleição para a Assembleia Legislativa encaminhada, Moyses também vai somar no pleito estadual.

  • Tags:
  • 21 de fevereiro de 2021

Bolsonaro diz que vai “meter o dedo na energia elétrica” Tá ok!?

Um dia depois de anunciar a troca no comando da Petrobras, Jair Bolsonaro afirmou a apoiadores que vai “meter o dedo na energia elétrica”.

Assim como querem nos derrubar na pandemia pela economia, fechando tudo, agora resolveram atacar na energia. Vamos meter o dedo na energia elétrica, que é outro problema”, afirmou neste sábado em frente ao Palácio da Alvorada.

Na sexta-feira, depois de reclamar da política de preços de combustíveis da Petrobras, o presidente anunciou a indicação do general Joaquim Silva e Luna para a presidência da empresa, em substituição a Roberto Castello Branco.

De O Antagonista

  • Tags:
  • 21 de fevereiro de 2021

Entrevista JP: Marco D’Eça diz que é preciso boa relação com comunicadores

Há pouco mais de 40 dias na chefia da Comunicação da Câmara Municipal de São Luís, o jornalista Marco Aurélio D’Eça já se destaca entre os colegas gestores por conseguir dar visibilidade midiática às ações da gestão do vereador Osmar Filho e de toda a Casa. Com quase 30 anos de experiência no jornalismo maranhense, Marco D’Eça fala da carreira, das relações políticas, da imprensa maranhense e arrisca opinar sobre as eleições 2022, nesta entrevista:

Jornal Pequeno – Com pouco mais de 40 dias à frente da Comunicação da Câmara, a gente já começa a ver a notícia dos vereadores girar com maior facilidade, a Câmara está mais presidente na mídia. Como ocorre?
Marco Aurélio D’Eça – Eu tive a sorte de chegar ao comando da comunicação da Câmara Municipal no momento em que aquele Poder está se renovando, sob a batuta do vereador Osmar Filho (PDT). A Casa tem hoje maior participação no poder municipal, é de lá que saem as mais importantes ações que repercutem na mídia. A Câmara vem se renovando há dois anos, já tem o ISSO 9001, chamou concursados, implantou a Gestão de Qualidade e deu nova cara aos trabalhos de plenário. Com toda essa gama de coisas, há sempre material para trabalhar na mídia.
JP – Há chefes de comunicação de instituições com orçamento bem maior que o seu e que não conseguem fazer a notícia girar na mídia como a Câmara tem feito neste início de ano…
D’Eça – Eu entendo que um bom gestor de comunicação tem que ter passado pela base profissional. Eu tive a honra de ser repórter e editor de jornal, atuei em rádio e na TV. Criei uma relação muito boa com todos os profissionais da minha área, mesmo aqueles com os quais não tinha relação próxima.
Não se consegue fazer comunicação se a gente não tiver relação com jornalistas. Não basta ser poderoso, ter relação com empresários, ser dono de empresa de mídia, ter relações nacionais ou ser influente culturalmente. Sem a base, não se anda. A realidade da comunicação no Maranhão, hoje, impõe que se tenha relação não apenas com os grandes jornais, mas também com o blogueiro pequeno, lá do interior.
Não basta falar em rádio tradicional; precisa também lidar com os podcasts, os digitais influencers. Essa é a realidade da mídia hoje. É isso que faz a notícia do seu assessorado chegar com ais facilidade na ponta. Ignorar esta realidade é se perder como gestor de comunicação. Eu tenho orgulho de ter essa relação com a base profissional, com os meus colegas jornalistas, de todos os meios. Talvez isso ajuda na divulgação das nossas ações na Câmara.
JP – Você passou anos no grupo Sarney, como editor do jornal O Estado do Maranhão; agora tem ligações públicas com o senador Weverton Rocha. Como se deu esta mudança?
D’Eça – Não houve mudança alguma. Eu trabalhei quase 25 anos no jornal O Estado do Maranhão e hoje mantenho a mesma relação com meus antigos colegas e com os proprietários da Casa. Sou amigo, admirador e eleitor de Roseana Sarney.
Com Weverton Rocha a relação também é de amizade, muito antes de ele ter mandato político. Foi meu deputado federal em 2010 e 2014. E um dos meus senadores em 2018. Sou um jornalista político, e como tal, exerço a política 24 horas por dia.
Meu cargo na Câmara, hoje, por exemplo, é um cargo político, não há dúvida. E não ficarei triste se puder contemplar uma chapa que tenha, em 2022, não apenas Weverton Rocha, mas também Roseana Sarney. Já imaginou esta possibilidade?
JP – Há ruídos na sua presença como diretor de comunicação da Câmara?
D’Eça – Nenhum! Nem com os vereadores, muito menos com a imprensa. Na atual bancada tenho irmãos como Batista Matos e Marcial Lima, meus colegas de profissão. Tenho amigos como Beto Castro, Doutor Gutemberg, Astro de Ogum, Chico Carvalho, Umbelino Júnior. Entre os novos, conheço o Otavio Soeiro desde a infância.
Aliás, o pai dele, Albino, me deu a primeira oportunidade no rádio esportivo, em 1995, na Rádio Timbira. Na imprensa a mesma coisa: me relaciono com os medalhões e com os novos talentos. Quando cheguei na Diretoria de Comunicação, deixei claro à equipe: a comunicação é de todos os vereadores. Vamos trabalhar por todos. E assim a gente vai fazendo a notícia girar.

Fonte: Jornal Pequeno

 

  • Tags: